terça-feira, 22 de setembro de 2009

PERFIL GENTE CIENTE

O jornal Gente Ciente, fundado em Abril de 1998, tem como proposta básica em suas atividades, levar a todo cidadão portador de deficiência, as informações de que ele precisa para a constante busca e manutenção de sua cidadania.

José Luiz Gennari, (Zelão, como era conhecido por muitos) seu fundador, já não está mais entre nós. Falecido em abril de 1999, Zelão, que era paraplégico desde os 18 anos de idade, vítima de uma bala disparada por um assaltante, desde o início da nova fase de sua vida, sentiu a necessidade de muita coisa relacionada ao deficiente, e partiu para a busca de seus direitos que, posteriormente, veio a divulgá-los no auxílio de seus iguais. Reposturou os deficientes, que descobriram-se “normais”, gente e cidadãos. Com deveres sim, mas com muitos direitos também. Batalhou por isso: sonhou, idealizou e fundou o “Gente Ciente”. Como advogado, colaborou não só com a informação, mas também com a operacionalidade da coisa.

Hoje, no limiar de completar dez anos de trabalho, o jornal já se tornou uma espécie de ponto de referência na área de deficiência, não só em Campinas, mas em toda a região.

No seu comando, ficaram três profissionais: Maria Inês Gennari Guimarães, advogada, irmã de José Luiz, é elemento chave para a continuação dos trabalhos do Gente Ciente, principalmente em dar continuidade aos diversos projetos de cunho social deixados por ele.

João Carlos Lage, jornalista desde 1988, especialista na elaboração de projetos jornalísticos especiais, desde o início também acreditou na necessidade da existência de um “novo caminho” para a recuperação do estado social de todos aqueles indivíduos “marginalizados” pela desinformação. Daí o seu engajamento total nas questões relativas ao cidadão portador de deficiência.

José Roberto Guimarães que responde pelo Depto. Comercial, vem fazendo o contato direto e contínuo com os profissionais ligados a área, com intuito de recebermos um apoio cultural para satisfação das necessidade básicas e funcionais do Jornal.

Nenhum comentário: